Acesso à Informação Portal Brasil

Musicoterapia na Maternidade Escola

Música - "O leite que entra pelos ouvidos"

Musicoterapia na Área Materno-Infantil

 

            Em outubro de 2000, implantamos a Clínica Musicoterapêutica na Unidade de Neonatologia - Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), Unidade Intermediária (UI) e Alojamento Mãe-Canguru (AMC) - da Maternidade-Escola da UFRJ, junto às mães/ pais/familiares dos bebês internados.

            A prática clínica suscitou para nós questões relativas à música como meio facilitador de comunicação e expressão de conteúdos emocionais, com a capacidade de promover o alívio das ansiedades, temores e tensões que cercam este momento específico da família. Procuramos, então, focalizar como objetivos favorecer a instalação da "função materna" e o aleitamento materno, aqui compreendido como um lugar de confluência de múltiplos e complexos aspectos que perpassam a mulher desde a gestação e que se tornam marcadamente visíveis no puerpério, principalmente em mães de bebês internados.

            Demos início, então, ao projeto de pesquisa que resultou na dissertação de mestrado "Musicoterapia e Aleitamento Materno", orientado pelos professores dr. Arnaldo Prata e dr. Antonio Ledo, concluída em agosto de 2008, que comprovou um aumento da frequência de aleitamento materno das mães que participaram das sessões de Musicoterapia.

            O estudo, um ensaio clínico controlado e randomizado, foi desenvolvido pelo Serviço de Musicoterapia na Unidade de Neonatologia da Maternidade-Escola da UFRJ entre 2004 e 2007. Foram avaliadas 94 mães de neonatos prematuros com peso igual ou inferior a 1,750Kg (48 no grupo da Musicoterapia e 46 no grupo controle). O grupo da Musicoterapia realizava sessões de 60 minutos, três vezes por semana, em um modelo singular, se comparado ao de outros estudos, pois utilizava principalmente a Musicoterapia ativa, permitindo que as mães participassem do ato de "fazer música", que é a produção musical oriunda das motivações internas do próprio sujeito, em que este escolhe os instrumentos musicais e as canções em um encadeamento espontâneo. Os desfechos foram os índices de aleitamento materno na ocasião da alta hospitalar do bebê e em consultas de seguimento: nos primeiros 15 dias, aos 30 e 60 dias após a alta. O estudo demonstrou que a musicoterapia teve um efeito significativo no aumento do índice de aleitamento materno na primeira consulta de seguimento e uma influência positiva (embora não significativa), que se estendeu até 60 dias depois da alta.

         Os autores concluíram que a Musicoterapia pode ser considerada uma estratégia adicional, relativamente simples e de baixo custo para aumentar a frequência da amamentação entre mães de recém-nascidos prematuros.

            Cabe aqui serem destacados alguns pressupostos teóricos que fundamentam a Clínica Musicoterápica na área materno-infantil: a existência de um universo sonoro-musical intrauterino; a importância da voz materna na constituição do vínculo mãe-bebê; intervenção precoce nos laços de comunicação mãe-bebê como prevenção; música e aleitamento materno.

            As sessões grupais de Musicoterapia, atualmente, são realizadas na "Sala de Atividades do Alojamento Mãe-Canguru", às terças e quintas-feiras, das 14 às 15h.

            Certamente, a linguagem musical se constitui um "alimento afetivo", no dizer de Cyrulnik, e também sabemos que o reconhecimento da voz materna se constitui uma das experiências mais precoces e totais da vida de um bebê. A voz materna pode ser considerada como o "leite que entra pelos ouvidos", como afirmam Aberastury e Toledo.

"A voz da mãe é a da música; a música é a voz da mãe". (Lacas)


Autores e contato:

Martha Negreiros de Sampaio Vianna; Arnaldo Prata Barbosa; Antonio José Ledo Alves da Cunha; Albelino Silva Carvalhaes.

Maternidade-Escola da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ME-UFRJ)

Rua das Laranjeiras, 180 - Laranjeiras, Rio de Janeiro, RJ - Brasil. CEP 22240-001

Telefone: (21) 2619-6968

E-mail: marthanegreiros@hotmail.com e albelinocarvalhaes@gmail.com

 

Abrir legenda Ampliar imagem
Ampliar imagem
  • Maternidade Escola

  • Notice: Undefined variable: script_2 in /mnt/fs_ufrj.br/imagem.ufrj.br/temas/2008-06/exposicao.php on line 87
  • Alojamento Mãe Canguru
  • Alojamento Mãe Canguru
  • Instrumentos da musicoterapia
  • Instrumentos da musicoterapia
  • Instrumentos da musicoterapia
  • Instrumentos da musicoterapia
  • Instrumentos da musicoterapia
  • Instrumentos da musicoterapia
  • Instrumentos da musicoterapia
  • Musicoterapia no Mãe-Canguru
  • Musicoterapia na Maternidade Escola
  • Sessão de Musicoterapia
  • Sessão de Musicoterapia
  • Sessão de Musicoterapia na Maternidade Escola
  • Musicoterapia na Maternidade Escola
  • Musicoterapia na Maternidade Escola
  • Musicoterapia na Maternidade Escola
  • Sessão de Musicoterapia na Maternidade Escola
  • Sessão de Musicoterapia
  • Musicoterapia
  • Sessão de Musicoterapia
  • Musicoterapia
  • Musicoterapia
  • Musicoterapia na Maternidade Escola
  • Musicoterapia na Maternidade Escola
  • Musicoterapia na Maternidade Escola
  • Musicoterapia na Maternidade Escola
  • Arraiá da UTI Neonatal
  • Arraiá da UTI Neonatal
  • Arraiá da UTI Neonatal
  • 10 anos de Musicoterapia
  • Musicoterapia na Maternidade Escola
  • Sessão de Musicoterapia
  • Musicoterapia na Maternidade Escola
  • Sessão de Musicoterapia
  • Musicoterapia na Maternidade Escola
  • O recém-nascido e o afeto materno
  • Bebê em sessão de Musicoterapia
  • O recém-nascido e a Musicoterapia
  • Musicoterapia na Maternidade Escola
  • Sessão de Musicoterapia
  • Musicoterapia
  • Musicoterapia na Maternidade Escola
  • Mãe e seu bebê numa sessão de musicoterapia